finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

AmBev tem lucro de R$ 448,7 mi, queda de 7,2%

A Companhia de Bebidas das Américas (AmBev) obteve lucro líquido de R$ 448,7 milhões no segundo trimestre deste ano, volume 7,2% menor no comparativo com igual período de 2006. No acumulado dos seis primeiros meses, a empresa lucrou R$ 1,094 bilhão, com queda de 3,9% frente ao mesmo intervalo do ano passado.A receita líquida evoluiu 12,1% no trimestre, para R$ 4,525 bilhões, e o lucro bruto fechou em R$ 2,963 bilhões (+10,2%). Na mesma base comparativa, a margem bruta recuou de 66,6% para 65,5%.A geração operacional de caixa, medida pelo Ebitda (ganho antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês), somou R$ 1,848 bilhão de abril a junho de 2007, com incremento de 16,5% sobre o mesmo período de 2006, quando foi de R$ 1,586 bilhão. Nesse intervalo, a margem Ebitda (relação entre receita líquida e Ebitda)melhorou de 39,3% para 40,8%.As despesas gerais e administrativas subiram 7,9% no trimestre, para R$ 202,7 milhões. O Ebit (resultado antes de amortizações e provisões)ficou em R$ 1,526 bilhão, como alta de 25,5% em relação ao segundo trimestre do ano passado.O resultado financeiro líquido apontou perda trimestral de R$ 337,2 milhões, com queda de 0,9%. O lucro, antes de impostos, foi de R$ 789,2 milhões no trimestre (+19,7%).

MÁRCIO ANAYA, Agencia Estado

14 de agosto de 2007 | 10h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.