Ambiente é favorável ao crescimento econômico, diz Aldo Rebelo

O ministro da Coordenação Política, Aldo Rebelo, acredita que há no país um ambiente favorável à retomada do crescimento. Segundo ele, diversos riscos que obstruem o caminho para o desenvolvimento, como as altas taxas de juros, o Risco Brasil e o descrédito no exterior estão sendo administrados. Citou, por exemplo, os juros, que vêm caindo desde o ano passado. "O mais importante é que a tendência de queda é permanente", disse, após participar do segundo dia de encontro que o PCdoB, partido de que é vice-presidente, está realizando em Brasília. Segundo o ministro, todo esforço do governo foi e tem sido no sentido de preparar o país para a retomada do crescimento e da economia, do desenvolvimento, do emprego e da distribuição de renda. "A preocupação do governo e dos partidos da base aliada sempre tiveram um ponto comum, que é a retomada do crescimento da economia. O 1º Encontro Nacional sobre Questões de Partido começou na sexta-feira e termina amanhã. Em debate, estão as perspectivas para as eleições municipais deste ano e a relação do partido com o Governo Lula. Participam do encontro cerca de 250 militantes e dirigentes partidários dos 27 Comitês Estaduais. Além de um documento específico sobre o encontro, a reunião aprovará também o 5º Plano de Estruturação Partidária (PEP), que conterá diretrizes, objetivos, projetos e metas do partido para 2004 e 2005. As informações são da Agência Brasil.

Agencia Estado,

06 Março 2004 | 18h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.