coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Amcham pede melhora nas relações com os EUA

O unilateralismo da administração George W. Bush e seu impacto negativo nas relações bilaterais entre Estados Unidos e Brasil preocupam a direção da Câmara Americana de Comércio (Amcham). O editorial da edição de junho da revista Update, o principal veículo de comunicação impresso da entidade, admite que o atual governo dos EUA está mergulhando no unilateralismo, "o que é lamentável." Os ataques de 11 de setembro seriam, sim, uma boa razão para qualquer nação "arregaçar as mangas e começar a se mexer." A Amcham afirma, entretanto, que os Estados Unidos têm maiores chances de sucesso em sua empreitada de objetivos políticos não-militares se respeitar a comunidade internacional. "Alguns dos assessores presidenciais parecem não compreender que às vezes mesmo a nação mais poderosa do mundo precisa fazer concessões no interesse mais abrangente do bem comum. O mote ?conosco ou contra nós? em face do terrorismo não é o melhor caminho para lidar com assuntos complexos como aquecimento global ou comércio."A Câmara diz estar convencida de que o presidente Bush errou na questão do aço, talvez por ter sido mal aconselhado. A entidade sugere que qualquer país que se sinta atingido pela sobretaxa ao aço tem um caminho legal a seguir, a OMC. Para a Amcham, as disputas comerciais "fazem a riqueza dos advogados, mas não são a substância de conflitos internacionais. Não entre nações maduras."Em relação à pirataria de CDs, vídeos e softwares, a Amcham admite que a Lei de Propriedade Intelectual de 1996 foi um grande avanço. Mas faz suas críticas: "Basta andar pelas ruas do centro de São Paulo ou do Rio de Janeiro para ver camelôs vendendo programas de computador a R$ 10. E policiais passando sem se importar com isso."O editorial pede que "todos os envolvidos nas relações bilaterais trabalhem firmemente no fortalecimento e na ampliação da imensa rede de interesses recíprocos que liga os dois países."

Agencia Estado,

23 de maio de 2002 | 18h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.