América Móvil fará oferta formal à KPN

A mexicana América Móvil, envolvida numa complexa oferta de compra da holandesa KPN, disse ontem que poderá fazer uma oferta formal de compra em outubro. Controlada por Carlos Slim, a empresa segue em tratativas com a KPN e outras partes interessadas - e tem o direito de não ir adiante com a oferta. A empresa de Slim já detinha 30% da KPN. Mas uma entidade que protege a holandesa obteve 50% das ações com direito a voto no mês passado, diminuindo a participação da América Móvil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.