American Airlines cancela mais de 1.400 voos por falta de funcionários e mau tempo

American Airlines cancela mais de 1.400 voos por falta de funcionários e mau tempo

Parceira da Gol, a empresa norte-americana informou que espera superar os problemas em breve

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de outubro de 2021 | 04h09

A empresa American Airlines cancelou mais de 1.400 voos neste fim de semana devido à falta de funcionários e ao mau tempo. A companhia aérea dos EUA afirmou que foram suspensos 551 voos no sábado, 30; 480 neste domingo, 31; além de 376 na última sexta-feira, 29. O FlightAware, site de rastreamento de voos, disse também que a American atrasou mais de 1.000 voos desde sexta.

Em comunicado oficial, a companhia aérea informou que com as questões climáticas complicadas, a sua equipe passou a encontrar problemas, pois a tripulação acabou saindo das suas sequências de voos em busca de soluções. A empresa pontuou ainda que espera superar este período de operações irregulares em breve. Os itinerários afetados não foram divulgados. 

Novos ventos

Após anunciar o corte de pelo menos 19 mil funcionários por conta dos efeitos da pandemia da Covid-19, a American Airlines está trabalhando para contratar mais funcionários, focada na movimentada temporada de férias. A expectativa é um aumento de trabalhadores em todas as operações, com quase 1.800 comissários de bordo retornando de licença e mais de 600 comissários recém-contratados, previstos para iniciarem as atividades no final de dezembro.

Vale destacar que em setembro deste ano, a empresa americana fechou um acordo de exclusividade de compartilhamento de voos com a Gol válido por três anos. A ação foi vista como positivo para a empresa brasileira por ter aumentado a sua liquidez para cerca de R$ 5,2 bilhões. 

A American Airlines não foi a primeira companhia aérea a sofrer com a falta de pessoal, à medida que a demanda por viagens aumentou com as vacinações e o levantamento das restrições. No início deste mês, a Southwest cancelou quase 2.400 voos em um período de três dias, culpando o clima desfavorável e problemas de tráfego aéreo na Flórida.

Por isso, a Southwest também disse que está contratando de “forma agressiva”, com objetivo de ter cerca de 5.000 novos funcionários até o final deste ano. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.