Divulgação
Divulgação

American Tower e Algar arrematam lotes da Cemig Telecom por R$ 648,8 milhões

Pelos dois lotes, companhia teve um ganho de 76,5% ante o preço mínimo pretendido

Leonardo Augusto, especial para o Estado

08 Agosto 2018 | 11h32

BELO HORIZONTE - Com ágio superior a 70%, a American Tower venceu o leilão pela disputa do lote 1 dos ativos da Cemig Telecom, pagando R$ 571 milhões. O preço mínimo era R$ 335 milhões. O lote é formado pela estrutura da empresa em Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. O lote 2, com a parte da empresa montada no Nordeste e Goiás, com preço mínimo de R$ 32,473 milhões, foi arrematado pela Algar Soluções e Telecomunicações por R$ 77,8 milhões, ágio superior a 139%.

No total, a Cemig levantou R$ 648,8 milhões pelos dois lotes, o que significa um ganho de 76,5% ante o preço mínimo pretendido pela empresa pelos ativos, de R$ 367,473 milhões.

A expectativa inicial era que 17 empresas participassem da disputa. Ao final, porém, apenas a American e a Algar ofereceram propostas. Para o primeiro lote, somente a American fez proposta, uma vez que a Algar apresentou comunicado desistindo da disputa. As duas empresas apresentaram envelope para o lote 2, mas como o valor oferecido pela Algar era mais do que o dobro do apresentado pela American (R$ 38 milhões), a disputa não foi para a fase de lance.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.