AP
AP

Americano come 69 cachorros-quentes em dez minutos

Joey Chestnut ganhou troféu e prêmio de US$ 10 mil ao vencer pela sétima vez o concurso em Nova York

05 de julho de 2013 | 13h45

SÃO PAULO - Entre as disputas bizarras que fazem sucesso nos Estados Unidos, uma das mais famosas é o concurso para ver quem come mais cachorros-quentes em menos tempo.

Este ano, a tradicional competição realizada no Dia da Independência, em Nova York, foi vencida por um homem que comeu 69 sanduíches em apenas dez minutos, estabelecendo um novo recorde dele mesmo.

O concurso é uma das festas realizadas para promover a cidade de Nova York internacionalmente e contou com a presença do prefeito, Michael Bloomberg.

Diante de mais de 40 mil pessoas, em Coney Island, Joey Chestnut, de San José, na Califórnia, devorou 69 hot-dogs quentes com velocidade impressionante, estimulado pela namorada que gritava "come mais um!".

Foi a sétima vez que o competidor venceu o tradicional campeonato promovido há quase um Século.

Na categoria feminina, Sonya Thomas, conhecida como 'viúva negra', venceu com 37 cachorros-quentes. Ela não conseguiu bater seu recorde de 45 sanduíches no ano passado, mas mesmo assim recebeu o prêmio de US$ 10 mil, além do troféu.

No concurso desta quarta-feira, 4, o prefeito Michael Bloomberg comeu seu último cachorro-quente cerimonial como prefeito. E prometeu voltar para as festividades do próximo ano como um cidadão privado. Ele fez um discurso com vários trocadilhos, mas não superou o do ano passado, quando afirmou que "discursos são como salsichas. É melhor não ver como são feitos."

 

Tudo o que sabemos sobre:
hot-dogcachorro quentenova york

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.