Reprodução
Reprodução

Americano compra relógio raro por R$ 16 e revende por R$ 100 mil

Ele encontrou a peça perdido em uma loja de antiguidades e descobriu que se tratava de um legítimo Jaeger-LeCoultre, uma marcas mais conceituadas do mundo, fundada em 1833 na Suíça

Diego Ortiz, O Estado de S. Paulo

27 Fevereiro 2015 | 12h45

O norte-americano Zach Norris estava em uma loja de antiguidades no Goodwill Shop, no Arizona, Estados Unidos, em busca de um motor para seu carro de golf antigo, quando avistou um relógio jogado no canto de uma prateleira empoeirada sem pulseira e um tanto danificado, junto de alguns outros Casio e Seiko. 

Aficionado por relógios, Norris logo percebeu que tinha uma oportunidade de ouro na sua frente. Com preço de US$ 5,99, cerca de R$ 16, a peça à venda era de nada menos que da Jaeger-LeCoultre, uma das fabricantes de relógio mais conceituadas do mundo, fundada em 1833 na Suíça. 


Mais do que isso, o modelo era um Deep Sea Alarm automático, que teve apenas 1 mil unidades feitas para vendas nos Estados Unidos. O achado por Norris, porém, é ainda mais especial, pois foi fabricado em 1959, primeiro ano de produção do modelo. 

Após um contato com o colecionador de Rolex Eric Ku, Norris recebeu US$ 35 mil (aproximadamente R$ 101 mil) pelo raro relógio e ainda um Omega Speedmaster Professional, avaliado por cerca de US$ 2,5 mil. 

Mais conteúdo sobre:
Relógio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.