Amex quer dobrar número de cartões até 2004 no Brasil

A American Express, uma das maiores administradoras de cartões do mundo, quer dobrar, até 2004, os cerca de 1,2 milhão de cartões que possui hoje no Brasil. O plano é tornar o Amex no Brasil um dos quatro maiores em participação no mercado no mundo, afirmou o presidente da empresa, Helio Lima Magalhães. O Brasil é o nono mercado mais importante para a Amex, dentre os 60 países em que atua. Para que isso aconteça, a empresa precisa aumentar a sua participação no faturamento total do mercado dos atuais 10% para 25%. Nos último oito anos, a participação da American Express no mercado de cartões de crédito caiu 70% no Brasil. Segundo Alexandre Umberti, coordenador de análise do Ibope Inteligência, em 2001 a bandeira possuía 3% dos cartões em circulação, contra 10% em 1994. Essa perda de clientes aconteceu em um período em que o mercado de cartões de crédito cresceu, a partir da implantação do Plano Real.Para voltar a crescer, a Amex adotou uma nova campanha publicitária, um pacote de vantagens para os clientes e a isenção total da primeira anuidade ao novos associados. A partir de 2003, a empresa também pretende avançar no setor de serviços financeiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.