Amorim confirma intenção de diálogo com Paraguai

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, confirmou ontem a intenção do governo brasileiro de dialogar com o presidente eleito do Paraguai, Fernando Lugo, sobre a energia produzida pela usina hidrelétrica de Itaipu. "Há boa vontade (do Brasil), há sentido de justiça e, ao mesmo tempo, há realismo. Vamos ter que combinar todas as coisas."Celso Amorim fez as declarações em conversa com jornalistas no Palácio do Planalto, onde assistiu à cerimônia de comemoração do 35º aniversário da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), que teve a participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ao explicar as declarações em que admitiu aumento da remuneração do Paraguai, o chanceler voltou a afirmar que jamais falou em alterações no Tratado de Itaipu nem em elevação de tarifas. "Usei o termo ''preço'' no sentido de compensação financeira por um serviço prestado, mas ainda não conversei com nenhuma autoridade paraguaia desde a vitória de Fernando Lugo", disse Amorim. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.