Amorim e Zoellick tentam melhorar propostas para a Alca

Na conversa que terá nesta sexta-feira com o representante comercial americano, Robert Zoellick, sobre a Área de Livre Comércio das Américas (Alca), o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, tentará "encontrar fórmulas que sejam aceitáveis para os EUA e para o Brasil", disse nesta quinta o subsecretário-geral da América do Sul do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Luiz Filipe de Macedo Soares, chefe da delegação brasileira nas negociações da Alca."Acho que o encontro vai facilitar muito porque vamos chegar a Miami com algumas idéias que já indiquem um caminho para as discussões do Comitê de Negociações Comerciais (CNC), que começa no dia 16", completou o embaixador.O encontro subsidiará uma declaração ministerial sobre a agenda do último ano de negociações da Alca, prevista como resultado do encontro de cúpula que começa no dia 20, também na Flórida. O embaixador disse esperar que as conversas em Miami "não se conduzam de maneira a criar um impasse, que haja um caminho de negociação." Macedo Soares afirmou que seus negociadores defenderão os interesses de todos os setores da sociedade brasileira na Alca.

Agencia Estado,

07 de novembro de 2003 | 04h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.