Amorim está otimista com proposta brasileira à OMC

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, declarou hoje estar otimista com a proposta alternativa de abertura de comércio à agricultura, que o Brasil apresentará hoje em Genebra, na sede da Organização Mundial do Comércio (OMC). A proposta brasileira é uma alternativa ao texto apresentado pelos Estados Unidos e a União Européia, na semana passada, que não agradou os países em desenvolvimento, produtores agrícolas. A proposta brasileira conta com o apoio de 15 países: África do Sul, Argentina, Bolívia, Chile, China, Colômbia, Costa Rica, Equador, Filipinas, Guatemala, Índia, México, Paraguai, Peru e Tailândia.

Agencia Estado,

20 de agosto de 2003 | 14h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.