Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Amorim nega esvaziamento da reunião do conselho do Mercosul

O ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, negou que tenha havido o esvaziamento da presença argentina na reunião do Conselho do Mercado Comum (Mercosul). O ministro de relações exteriores da argentina, Rafael Bielsa, não participou das reuniões de hoje, para as quais enviou um representante. Bielsa chegará a Belo Horizonte amanhã à noite junto com o presidente argentino, Nestor Kirchner. Amorim reiterou que não houve esvaziamento e disse que a participação do país vizinho na reunião foi construtiva. De acordo com Amorim, não estão agendados encontros entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente da Argentina. Durante a entrevista, o chanceler brasileiro manifestou compreensão pela existência de problemas com a indústria argentina, que teriam motivado a proposta de adoção de salvaguardas. De acordo com ele, entretanto, os dois países devem continuar discutindo para ampliar a competitividade do Mercosul como um todo e na elaboração de uma política industrial comum para competir na economia global. Uma das formas de se buscar solução para o problema seria a adoção de políticas comuns de compras governamentais, financiamento a empresas e apoio a joint venture.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.