Amyris e Crystalsev produzirão biodiesel a partir da cana

A companhia norte-americana Amyris ea trading brasileira de açúcar e álcool Crystalsev anunciaramnesta quarta-feira a formação de uma joint venture paraproduzir e comercializar biodiesel feito a partir decana-de-açúcar. A tecnologia foi desenvolvida pela empresa americana e temcomo característica principal o emprego de microorganismos paratransformar a sacarose da cana em biodiesel. A primeira unidade de produção será construída em parceriacom a produtora de açúcar e álcool Santa Elisa Vale, acionistamajoritária da Crystalsev. A empresa fornecerá dois milhões de toneladas de cana parao projeto e vai operar a fábrica, que deve iniciar asatividades em 2010, produzindo por ano 10 milhões de galões docombustível. "Desenvolvemos a tecnologia e procuramos um parceiro paracomercializá-la. Faremos a primeira produção de diesel a partirde cana no mundo", afirmou à Reuters John Nelo, presidente daAmyris. O produto tem as mesmas características ou ainda melhoresdo que o diesel feito a partir do petróleo, segundorepresentantes das empresas. A intenção das companhias é que já na primeira fase doprojeto o custo do novo diesel seja equivalente ao petróleo aopreço de 60 dólares o barril. "É nosso objetivo buscar valor agregado e diversificação.Hoje arbitramos entre o preço do álcool e do açúcar. Vamospoder arbitrar entre cinco produtos", afirmou o CEO daCrystalsev, Rui Lacerda Ferraz, acrescentando que, numa segundafase, o projeto também deverá abranger a produção de gasolina ecombustível de aviação a partir de cana. A Santa Elisa Vale é controlada pela família Biagi, com 67por cento do capital, e também tem como sócios a BNDESPAR, oGoldman Sachs e a família Junqueira. As empresas, que não informaram o valor do investimento,pretendem fazer mais parcerias no futuro para o desenvolvimentodo combustível. (Por Inaê Riveras)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.