Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Análise: Bons resultados e boas perspectivas após o leilão de infraestrutura

Foi um bom sinal contar com a participação de muitas empresas nacionais e estrangeiras que têm crença no desenvolvimento do País

Venilton Tadini*, O Estado de S.Paulo

08 de abril de 2021 | 04h00

O governo federal conseguiu realizar mais um leilão bem-sucedido na área de infraestrutura. Além do resultado em si, foi um bom sinal contar com a participação de muitas empresas nacionais e estrangeiras que têm visão de longo prazo e crença no desenvolvimento do País.

Um diferencial dos leilões de concessão nos últimos anos têm sido a qualidade dos estudos. O Programa de Parceria de Investimentos ajuda na coordenação das iniciativas e os governos têm sido apoiados pelas “fábricas de projetos” do BNDES e da Caixa e por bancos multilaterais.

O Brasil é um país com muitas oportunidades de concessões e parcerias público-privadas (PPPs). A Abdib compilou no Livro Azul da Infraestrutura os projetos listados nos programas do governo federal, Estados e Distrito Federal. Hoje, todos os Estados preparam concessões e parcerias para atrair investimento privado.

Do lado empresarial, há apetite. No Barômetro da Infraestrutura, pesquisa semestral que fazemos com os líderes de negócios, o setor de saneamento básico assumiu a liderança nas intenções de investimento. Esse interesse é fruto de reformas regulatórias concluídas ou em fase avançada de tramitação.

Que o Congresso vote as reformas regulatórias restantes e que governadores e prefeitos insistam em preparar bons programas de concessão. A economia precisará de um ambiente de negócios saudável para voltar a crescer e as concessões precisam ser complementadas com investimento público na infraestrutura.

*PRESIDENTE EXECUTIVO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INFRAESTRUTURA E INDÚSTRIAS DE BASE (ABDIB)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.