Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Análise: Filipe Domingues Clima dá suporte ao trigo nos EUA

Os investidores tiveram ontem bons motivos para comprar contratos de trigo e o movimento puxou as cotações na Bolsa de Chicago. O clima continua seco em importantes áreas de produção, como as do sul das Grandes Planícies dos Estados Unidos, além da Ucrânia e Argentina. Entretanto, a atual fase de desenvolvimento da planta requer umidade. Os investidores também apostam num aumento de demanda após a queda recente das cotações - em um mês os preços futuros do trigo recuaram 17% nas bolsas americanas. O primeiro sinal de nova demanda veio ontem mesmo, quando o mercado recebeu a notícia de que a Coreia do Sul voltou a comprar grandes volumes do cereal, o que não fazia desde junho. Os contratos do grão com vencimento em dezembro fecharam em alta de 1,54%, cotados a US$ 6,5825 por bushel.

O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2011 | 03h07

Outro fator importante que favoreceu a alta do trigo e também das demais commodities agrícolas foi a desvalorização do dólar frente às principais moedas internacionais. Pelo segundo dia consecutivo, esse movimento fortaleceu a demanda para exportação. Os lotes de milho para entrega em dezembro fecharam em alta de 0,66%, a US$ 6,5225 por bushel. Ganhos em mercados financeiros foram influência positiva para a soja, cujo contrato com vencimento em novembro avançou 0,26%. Em Nova York, as matérias-primas também subiram. O café se destacou, em alta de 2,08%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.