Análises sobre o comportamento de ações divergem

As avaliações de dois relatórios divulgados ontem sobre as ações da Ambev divergem sobre o comportamento das ações da empresa. O Itaú BBA espera que os papéis da Ambev se comportem de acordo com a média do mercado. Segundo o banco, apesar de o negócio ser positivo do ponto de vista estratégico e de expansão de mercados, trata-se de uma transação de valor relativamente pequeno. Assim, a compra da CND não teria um impacto significativo na empresa como um todo ou na valorização dos papéis. Já a Raymond James espera que as ações se comportem acima da média do mercado. A consultoria aponta que a aquisição amplia a presença do grupo no Caribe. Além disso, a Ambev terá a oportunidade de distribuir as marcas da CND nos mercados do Canadá e da América Latina, onde já tem forte presença.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.