finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Analistas discutem sobre potencial do mercado

A diretora de análise da Fator Doria Atherino Corretora, Lika Takahashi, faz parte de um time que está mais receoso quanto ao potencial que o mercado está oferecendo. O movimento de valorização em dezembro último e em janeiro motivou a especialista a recomendar a realização de lucros, ou seja, a venda dos ativos. Ela afirmou que o mercado ainda está bastante volátil e, para o atual nível de risco que ele representa, a Bolsa já está bem precificada. Na opinião de Lika Takahashi, hoje o investidor pode "pinçar pouquíssimas oportunidades" no mercado, como Cemig, Bradesco e Itaúsa. A especialista disse, entretanto, que existem alguns papéis que não representam um risco elevado e por isso podem ser mantidos em carteira, mas sem aumento de posições. Ela destacou para isso Telemar, Copel, Vale do Rio Doce, Petrobrás e Sabesp. Fernando Aoad, diretor de investimento do HSBC, ressaltou que o mercado já subiu metade do total projetado para o ano todo. Mas, afirmou que o movimento de valorização deve continuar ao longo do ano e destacou Telemar como uma aplicação com grandes oportunidades de ganho e pouco risco. Segundo Aoad, mesmo com a alta acumulada de 18% neste ano, as ações ainda oferecem perspectivas de ganhos. Ações de Teles são recomendadas por analistas que acreditam na manutenção de alta da BolsaDentro das expectativas daqueles que apostam na manutenção da alta, o setor de telecomunicações continua merecendo atenção privilegiada. Isso porque as ações dessas empresas sofreram muito no ano passado, somado a perspectiva de consolidação, de acordo com os especialistas. Telemar mantém a preferência entre os ativos recomendados. Carlos Firetti, diretor de análise do BBV Brasil, afirmou que existe espaço para uma valorização maior, mas atentou para a seleção dos ativos. Segundo ele, Telesp Celular, Brasil Telecom, Tele Nordeste Celular, Cesp e Copel são boas posições. A Sudameris Corretora também garantiu que continua observando o mercado com bastante interesse e destacou os setores de telecomunicações, energia elétrica e saneamento. Entre as celulares, o analista Eduardo Hajime, da Sudameris, chamou atenção para Telesp Celular, que a partir do anúncio de união entre sua controladora Portugal Telecom e a Telefónica passa a ter um novo potencial. Depois de dispararem na semana passada, as ações da empresa somam ganho de 9,78% neste mês, até a última quarta-feira (24). Mas Hajime, também acredita que os posicionamentos em Tele Nordeste Celular e Tele Celular Sul devem trazer ganhos no futuro. Outro analista da Sudameris, Marcos Severine, afirmou que as apostas no setor elétrico são Light, Copel, Transmissão Paulista e Empresa Paulista de Transmissão de Energia Elétrica (EPTE). Segundo ele, a reestruturação da Light será muito benéfica para empresa, em função da transferência da Eletropaulo para a AES. A recomendação de Copel está fundamentada na privatização da companhia. No segmento de saneamento básico, Severine chamou atenção para Sabesp e Sanepar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.