Anamaco: Venda de materiais de construção sobe 4,9%

As vendas de materiais de construção no varejo cresceram 4,9% em agosto em relação ao mesmo período de 2008, segundo divulgou hoje a Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco). Na comparação com o mês de julho, o desempenho apontou para um aumento de 5%, enquanto que, no acumulado dos oito primeiros meses do ano, a alta chega a 2,5%. Diante destes resultados, a Anamaco mantém a expectativa de uma alta de 6,5% para o setor em 2009 na comparação com 2008.

RODRIGO PETRY, Agencia Estado

14 de setembro de 2009 | 19h33

Segundo a entidade, as lojas estão começando a repassar neste momento integralmente os descontos que a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) proporcionou às categorias contempladas pela renúncia fiscal do governo. Como os estoques, que têm um ciclo de desova entre 60 e 90 dias, foram adquiridos com o IPI antigo somente agora os lojistas estão vendendo os produtos com desconto integral.

Dessa forma, Anamaco diz esperar pela prorrogação das atuais alíquotas do IPI para além de dezembro, quando elas expiram. "Não faz sentido correr o risco de um eventual aumento de preços dos produtos com um programa como o ''Minha Casa Minha Vida'' em andamento", afirmou, em nota a entidade. Com a redução do imposto incidente sobre materiais de construção, produtos como o cimento, tinta e cerâmica tiveram uma redução média nos preços de 8,5%.

Tudo o que sabemos sobre:
construçãovarejoIPI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.