Anatel aprova compra da Telecom Italia com restrições

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, disse esta tarde à Agência Estado que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou hoje a compra da Olimpia, holding que detém 18% da Telecom Italia (TI), por um consórcio ítalo-espanhol integrado pela Telefónica, os bancos Intesa Sanpaolo e Mediobanca, a seguradora Assicurazioni Generali e a Sintonia (da família Benetton).A transação, no entanto, foi autorizada com restrições. Segundo o ministro, o grupo espanhol terá de fazer "desinvestimentos", mas ele não detalhou quais, nem em que proporção.A compra da Olimpia foi anunciada em abril. A empresa criada a partir do acordo, a Telco, terá 23,6% da Telecom Italia. A Telefónica concordou em pagar 2,31 bilhões de euros por 42,3% da Telco, nova companhia que vai absorver 100% da Olimpia, conforme informações da Agência Dow Jones.Costa está em Genebra, na Suíça, onde representa o Brasil na Conferência Mundial de Radiocomunicações. Ele é chefe da delegação brasileira no encontro, que é realizado pela União Internacional de Telecomunicações (UIT).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.