Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Anatel aprova novo Plano Geral de Metas para TV por assinatura

Segundo conselheiro da agência, empresas classificadas como 'poder de mercado significativo' terão obrigações mais rígidas do que as demais

Karla Mendes, da Agência Estado,

19 de maio de 2011 | 14h50

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou nesta quinta-feira, 19, a proposta do novo Plano Geral de Metas de Qualidade nos serviços de TV por assinatura, que será denominado Regulamento de Gestão da Qualidade das Prestadoras dos Serviços de Televisão por Assinatura.

O texto aprovado pelo Conselho Diretor da Agência estabelece obrigações mais amenas para as novas empresas que atuarão nesse mercado. Segundo o conselheiro Jarbas Valente, as empresas classificadas como "poder de mercado significativo" terão obrigações mais rígidas do que as outras que terão prazo de três anos, a partir da concessão da outorga, para adaptação.Ele explicou que ao longo de três anos serão incorporadas obrigações gradativas para as novas operadoras, até o fim do terceiro ano, quando essas obrigações serão equiparadas.

Outra inovação, segundo o conselheiro, é que no quesito de reclamações dos usuários será incluído um item específico para a programação e conteúdo dos canais de TV por assinatura. Esse quesito, porém, não se aplica aos canais de exibição obrigatória. A proposta será submetida à consulta pública, pelo prazo de 30 dias e também será tema de audiência pública em Brasília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.