Anatel avalia regularidade de portátil da Vésper

O produto Vésper Portátil tem sido criticado pelas operadoras de telefonia celular por permitir mobilidade irrestrita, ou seja, na prática o telefone funciona em todo lugar, igual a um celular. A limitação quanto à mobilidade fica por conta apenas do compromisso do usuário em utilizar o aparelho somente na residência. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) analisa queixas desse sistema, dentre elas uma da Telesp Celular com base em um estudo do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD).A Vésper não comenta sobre a suposta irregularidade. "A rede operada pela Vésper está rigorosamente de acordo com seu Projeto Técnico aprovado pela Anatel, cumpre todas os regulamentos a ela aplicáveis e a empresa desconhece qualquer ação ou protesto formal relativo à sua operação", limita-se a informar a empresa.

Agencia Estado,

27 de fevereiro de 2002 | 16h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.