Anatel consegue revogar medida do TCU sobre Oi/BrT

A procuradora-geral da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Ana Luiza Valadares, informou esta tarde que o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Raimundo Carreiro, revogou a medida cautelar baixada por ele mesmo ontem, que impedia a Anatel de votar o processo de compra da Brasil Telecom (BrT) pela Oi. De acordo com Ana Luiza, Carreiro considerou suficientes os esclarecimentos prestados ontem pela Anatel. O ministro do TCU havia dito, na decisão de ontem, que a agência não tinha informações sobre o impacto que a fusão teria no mercado.Diante da revogação, a Anatel retomou no fim desta tarde a reunião do conselho diretor em que será votado o processo de compra da Brasil Telecom pela Oi. A reunião é fechada ao público, restrita somente aos conselheiros da Anatel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.