Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Anatel espera contar 4 empresas 3G para ter competição

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Ronaldo Sardenberg, disse hoje que a expectativa da agência é de que haja quatro operadoras de telefonia celular de terceira geração (3G) em cada uma das 11 áreas que serão licitadas no dia 18 de dezembro. "Nossa expectativa, no momento, é muito positiva. Espero que fique assim até o final", disse Sardenberg, após participar de evento promovido pela Claro, em Brasília.Ele lembrou que, de início, as empresas de telefonia celular contestaram as regras definidas pela Anatel, principalmente a que condiciona a compra de licenças para operar em áreas rentáveis à prestação de serviços em regiões pouco atrativas. "Aparentemente este ruído hoje, se existe, é bem menor", afirmou.Segundo Sardenberg é importante que haja quatro operadoras para incentivar a competição nos serviços. "É a competição que baixa preços, que melhora a qualidade e que estimula o interesse (das empresas) de ter um bom relacionamento com os usuários". Quando há competição, de acordo com o embaixador, há sempre alternativas ao cliente.O presidente da Anatel disse que a agência vai retomar no próximo ano a licitação das licenças de WiMax, que é uma tecnologia que permite o acesso à banda larga sem fio. A licitação foi suspensa em setembro do ano passado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), por problemas no preço mínimo das licenças.

GERUSA MARQUES, Agencia Estado

29 de novembro de 2007 | 15h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.