Anatel estuda criar ranking de reclamações contra teles

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) pretende fazer um ranking das empresas de telefonia que recebem o maior número de reclamações dos clientes em relação à qualidade dos serviços. A agência está preocupada com o aumento no número de reclamações recebidas dos usuários, que dobrou no ano passado em relação a 2003.Em cada grupo de dez mil ligações feitas pelos usuários à Anatel, 14 delas eram reclamações em 2003. Esse número passou para 29 no ano passado, o que despertou a Anatel para a necessidade de cobrar medidas das empresas para melhorar os serviços.O presidente interino da agência, Elifas Gurgel do Amaral, tem hoje uma série de reuniões com os empresários do setor para discutir o assunto. Ele já se reuniu hoje com o presidente da Oi, Luiz Eduardo Falco, e à tarde se encontra com representantes da Tim, Vivo, Telemig Celular e Amazônia Celular. Segundo a assessoria da Anatel, Amaral fará um balanço sobre as reuniões somente amanhã, depois de se encontrar com representantes da CTBC Telecom, Sercomtel e da Brasil Telecom GSM.Ao sair do encontro com a Anatel, Falco disse que a agência está fazendo o papel "perfeito e legítimo" de defender o usuário. Segundo ele, Amaral pediu empenho para melhorar a qualidade e diminuir a insatisfação dos clientes, principalmente em relação a cobrança e atendimento. Falco afirmou que pequenas questões vêm sendo trabalhadas, mas não entrou em detalhes sobre as medidas que vêm sendo tomadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.