Anatel multa Telepar por descumprimento de metas

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) multou em R$ 6 mil a operadora Telepar, subsidiária da Brasil Telecom, pelo não cumprimento de indicadores do Plano Geral de Metas de Qualidade (PGMQ) no segundo semestre de 2000. Segundo a agência, em julho, agosto e setembro do ano 2000, a empresa não obedeceu à ?taxa de atendimento - correspondência de usuário respondida em até cinco dias úteis" (artigo 31), o que resultou em multa de R$ 3,741 mil. Também não foram cumpridas, em julho e setembro, os seguintes indicadores: taxa de atendimento de solicitações de mudança de endereço de usuários residenciais em até três dias úteis em até 95% dos casos, a partir de 31 de dezembro de 1999 (artigo 13); taxa de atendimento das solicitações de reparo de usuários que são prestadores de serviço de utilidade pública em até duas horas em 98% dos casos, e jamais em mais de seis horas (artigo 12); taxa de atendimento das solicitações de reparos de usuários não-residenciais em até oito horas (artigo 11). Esses três pontos renderam multa de R$ 2,264 mil. Além disso, a empresa foi multada, há uma semana, em R$ 3,218 mil, por não cumprir em maio de 2000 os artigos 13 e 31. Os valores são corrigidos pelo IGP-DI.

Agencia Estado,

04 de setembro de 2002 | 19h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.