Anatel prevê telefonia celular em todo o País até 2010

No leilão das licenças de 3G, as grandes vencedoras foram as empresas Vivo, TIM e Claro

GERUSA MARQUES, Agencia Estado

11 de janeiro de 2008 | 13h26

Até fevereiro de 2010, todos os municípios brasileiros terão telefonia celular. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) fez hoje a distribuição, entre as empresas vencedoras do leilão de terceira geração (3G) de telefonia celular, dos 1.836 municípios que não dispõem dos serviços e que terão que ser atendidos nos próximos dois anos com as metas de universalização. Na próxima sexta-feira (dia 18), a Anatel fará a distribuição entre as empresas dos municípios que têm menos de 30 mil habitantes e que começarão a ser atendidos com a tecnologia 3G a partir de 2010. Até fevereiro de 2016, 60% destes municípios têm que dispor da nova tecnologia, o que representa 2.740 cidades.O vice-presidente da comissão de licitação da Anatel, Bruno Ramos, previu que a assinatura dos contratos com as vencedoras do leilão de 3G deverá ocorrer na segunda quinzena de fevereiro. A partir desta data começam a contar os prazos para as empresas cumprirem as obrigações estabelecidas pela agência reguladora.No edital de licitação da 3G, a Anatel exigiu que as vencedoras se obrigassem a levar, em um prazo de dois anos, o serviço de telefonia celular a todos os municípios da sua área de cobertura. Como cada área será atendida por quatro operadoras, elas dividiram entre si o atendimento aos municípios.Os 1.836 municípios têm, em conjunto, uma população de 17,3 milhões de pessoas. Para estender a cobertura a estas cidades, as empresas de 3G poderão lançar mão da tecnologia utilizada atualmente, que é menos moderna que a de terceira geração. Pela regra, metade destes municípios terá que ser atendida este ano e a outra metade em 2009.LeilãoNo leilão das licenças de 3G realizado no fim de 2007, as grandes vencedoras foram as empresas Vivo, TIM e Claro, que terão atuação nacional. Também adquiriram licenças Oi, Brasil Telecom, CTBC e Telemig Celular.O governo arrecadou R$ 5,3 bilhões com a venda de 44 licenças de 3G, o que representou um ágio de 86,67% sobre o preço mínimo. A tecnologia de terceira geração permitirá que as operadoras de telefonia móvel entrem no mercado de internet rápida (banda larga). Com mais capacidade, o celular 3G permite ao cliente enviar e receber arquivos em alta velocidade, como vídeos, fotos e músicas.A 3G começará a ser implantada em 2008 pelas capitais dos Estados, pelo Distrito Federal e pelas cidades com mais de 500 mil habitantes. Estas cidades deverão ter cobertura total das redes de terceira geração até fevereiro 2010. A previsão da agência é de que, em fevereiro de 2016, 3.600 municípios brasileiros tenham a cobertura de 3G.

Mais conteúdo sobre:
Telefonia celularCelulares

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.