Anatel: reajuste de tarifas em 7 estados

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) autorizou hoje reajuste médio de 8,25% para a cesta de serviços das operadoras de telefonia celular Telefônica (Rio de Janeiro e Espírito Santo), Companhia Riograndense de Telecomunicações (CRT) e Global Telecom (Paraná e Santa Catarina). Os porcentuais só podem ser aplicado 2 dias após a publicação das tabelas nos jornais de grande circulação do País, segundo a agência. Foram autorizados também reajustes de 8,25% nas cestas básicas da Telebahia e a Telergipe. O aumento começa a vigorar amanhã depois da publicação no Diário Oficial.As duas empresas, que fazem parte da Telefônica Celular, operam na Banda A da telefonia celular na Bahia e em Sergipe. Com o reajuste autorizado, as cestas básicas dessas operadoras passam de R$ 91,37 a R$ 98,9. Os reajustes são anuais e baseados no IGP-DI , índice ao qual é aplicado um redutor de produtividade das empresas. Até agora, a Anatel concedeu reajuste para onze empresas de telefonia celular que variaram de 7,52% a 9,66%. A cesta de serviços representa a assinatura mensal, habilitação da linha e o preço da ligação. A Anatel está negociando o índice que será aplicado nas seguintes empresas: Telemig, Telet, Americel, Maxtel, Tim Nordeste, TCO, CTCB e Amazonas Celular. A Como a BCP, BSE e a Norte Brasil Telecom tiveram reajustes este ano referentes ao ano passado, as negociações com essas empresas ocorrerão somente em 2001, segundo informou o gerente geral da Área de Comunicações Pessoais Móveis da Anatel, Francisco Eugênio Vasconcelos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.