Anatel: Telerj recebe 91% das multas

As multas aplicadas às operadoras de telefonia fixa pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) por descumprimento de metas de qualidade na prestação dos serviços no ano 2000 chegaram a R$ 2.718.507,81. As operadoras são obrigadas a cumprir indicadores de qualidade definidos pela Anatel e estão sujeitas a multas quando as metas não são atingidas.Segundo dados da Anatel referentes aos processos iniciados em 2000 e concluídos até agora, a Telerj - operadora da Telemar no Rio de Janeiro - é a campeã em multas, com R$ 2.496.800,01, o que representa 91,84% do total. Apenas nesta semana, a empresa foi multada em R$ 995.609,21. A Brasil Telecom, operadora de telefonia das regiões Centro-Oeste, Sul e parte da região Norte, recebeu R$ 165.398,56, também referentes ao não cumprimento de metas de qualidade em 2000.A Telefônica, que opera no Estado de São Paulo, recebeu apenas uma multa, no valor de R$ 55,90. A empresa foi multada porque deixou de cumprir, uma vez em 2000, o indicador que mede a taxa de atendimento a solicitações de mudança de endereço de usuários não residenciais em até 24 horas, ficando abaixo do índice de 95% exigido pela Anatel.Os processos na Anatel, chamados de Procedimento de Apuração por Descumprimento de Obrigações (PADO), levam cerca de dois anos até que a Agência analise os recursos das operadoras e dê a posição final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.