Anatel terá em 2008 seu maior orçamento, de R$ 411 mi

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) terá em 2008 um orçamento previsto de R$ 411 milhões, o maior já obtido nos dez anos de existência do órgão regulador. Em 2007, a agência obteve R$ 356 milhões, dos quais aproximadamente R$ 50 milhões foram fruto de descontingenciamento, informou seu presidente, o embaixador Ronaldo Sardenberg."A Anatel precisa se aparelhar para acompanhar a evolução da tecnologia. O fato é que a revolução tecnológica está abrindo um novo mundo e a necessidade de recursos é bastante alta", afirmou hoje o presidente da Anatel.Segundo ele, a agência precisa de recursos não só para se modernizar e fazer uma fiscalização mais eficiente, mas também para preservar seu quadro de funcionários. "Há uma fuga de funcionários da Anatel por conta do problema salarial", notou, observando que muitos concursados entram na Anatel com planos de buscarem vagas melhores no serviço público. Dos 1,5 mil empregados da Anatel, cerca de 60% são concursados.Para pôr em prática as metas previstas em sua agenda, a Anatel defende um maior aproveitamento de recursos provenientes do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) e do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust). O embaixador participou hoje do Fórum Telequest 2008.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.