Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Anatel venderá seis licenças de satélite

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Ronaldo Sardenberg, informou ontem que a agência planeja licitar, em meados de 2011, seis posições orbitais para empresas que queiram lançar satélites. Há atualmente escassez de capacidade de satélite para a oferta de novos serviços. Sardenberg participou do Fórum Telequest 2010, em São Paulo.

, O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2010 | 00h00

Sardenberg destacou a importância dos serviços via satélite para levar a banda larga para áreas remotas do País. "Existem 20 milhões de pessoas vivendo nessas áreas", disse o presidente da Anatel. Ele também informou que a agência colocará em consulta pública regulamentos sobre a prestação de serviços via satélite.

A Anatel planeja publicar também no próximo ano os editais da faixa de 2,5 GHz, usada para a quarta geração da telefonia celular (4G), e de 3,5 GHz, de banda larga sem fio.

A agência chegou a tentar vender licenças da faixa de 3,5 GHz em 2006, mas o processo foi interrompido pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e nunca foi retomado. Entre as prioridades da Anatel estão medidas que fazem parte do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.