Anbid: fundos de ações têm grandes perdas

O mês de janeiro não está sendo bom para quem investiu em ações. De acordo com relatório da Associação Nacional de Bancos de Investimentos (Anbid), todos os fundos de ações tiveram uma queda expressiva neste mês, até o dia 22. O fundo de ações Ibovespa indexado, cujo objetivo de investimento é replicar o comportamento do Ibovespa - índice que mede a valorização das ações mais cotadas da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) -, apresentou perda de 4,64%.Os fundos de ações setoriais também estão em queda. No mesmo período, os setoriais de telecomunicações apresentam baixa de 5,93% e os de energia, queda de 2,35%. Os fundos de privatização da Petrobrás seguiram a mesma tendência e registraram perda de 5,58% no mesmo período. Alta do dólar impulsiona Fiex e cambiaisOs fundos de investimento no exterior, os chamados Fiex, compostos por papéis da dívida brasileira no exterior, tiveram um ganho bem elevado, de 4,20%. Esta rentabilidade se deve, além da variação positiva dos títulos, à alta do dólar, que acumula em janeiro, até ontem, valorização de 4,66% em relação ao real.Os fundos referenciados câmbio, cuja rentabilidade é a variação do dólar mais uma taxa prefixada, apresentaram um rendimento expressivo no mesmo período, de 3,17%.Os dados da Anbid também mostram que, entre os fundos multimercado, o melhor desempenho foi apresentado pelas carteiras sem renda variável e com alavancagem - que têm papéis no mercado futuro -, com alta de 2,75%.No segmento de renda fixa, os resultados foram menores, mas positivos. Os fundos de renda fixa prefixada registraram ganho nominal de 1,02% e os fundos referenciados DI (pós-fixados) tiveram rentabilidade nominal de 1,04%. Veja no link abaixo a captação de recursos pelos fundos de acordo com o relatório da Anbid.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.