finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Anbid: ranking dos fundos mais rentáveis

Poder contar com um bom gestor é essencial para quem pretende participar de um fundo e auferir bons ganhos no médio e longo prazo ou, pelo menos, não perder parte do capital investido. Considerando-se o levantamento da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid), os fundos Liberal Cambial FIF e Hedging Griffo Verde FIF lideraram o ranking dos cinco fundos mais rentáveis das respectivas categorias, ou seja, de cambiais e livres.Segundo Luís Stuhlberger, diretor de gestão da Hedging Griffo Asset Management, nem sempre o principal objetivo do cliente é ganhar, e sim, perder o mínimo possível, além de ter alguém que possa acompanhar o mercado para ele e tirar proveito das oportunidades que vão surgindo.No Hedging-Griffo Verde FIF, que teve rentabilidade acumulada em 2000 de 28,20%, o gestor aplica, no máximo, 30% do patrimônio em bolsa, 30% em títulos da dívida externa, podendo, em alguns momentos, ter a carteira 100% ancorada em papéis de renda fixa. Além disso, o fundo pode alavancar até 150% do patrimônio no mercado de câmbio. Ele lembra que a estratégia do fundo não objetiva bater o CDI mês a mês, mas no ano. "Por isso, esse é um investimento de longo prazo." Já o Liberal Cambial FIF, que teve rentabilidade de 19,55% no ano passado, é indicado especialmente para quem tem dívidas em dólar ou que pretende diversificar seu portfólio. O gestor de Renda Fixa do Banco Liberal, Ronaldo Guimarães, explica que a estratégia do fundo é sempre a mesma, estar 100% aplicado em títulos públicos federais indexados ao câmbio, podendo ser alocado em prazos mais longos ou mais curtos, conforme as oportunidades que surgem no mercado financeiro. As estratégias de administração destes dois fundos, o Verde e o Liberal, vão permanecer a mesma este ano, garantem seus gestores.O Hedging Griffo Verde FIF, como os fundos cambiais de maneira geral, se beneficiou da alta do dólar em novembro, de 4,21%, causada pela crise da Argentina. Além dele, outro cambial que teve um bom desempenho foi o UBS Brinson Currency Hedge, que se destacou tanto entre os cinco mais rentáveis, como entre os cinco melhores, com rendimento acumulado no ano de 19,37%.

Agencia Estado,

23 de janeiro de 2001 | 12h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.