Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Aneel aprova reajustes para cooperativas do RS e SE

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira os reajustes tarifários anuais de duas cooperativas de eletrificação, localizadas nos Estados do Rio Grande do Sul e de Sergipe. As altas ficaram entre 15,89% e 35,33%.

EDUARDO RODRIGUES, Agencia Estado

22 de abril de 2014 | 16h12

Em relação à Cooperativa Regional de Energia Taquari Jacuí (Certaja), o aumento médio para os consumidores de baixa tensão (residências) foi de 15,89% e para os consumidores de alta tensão (indústrias), 31,84%. As novas tarifas da Certaja passam a valer a partir de 26 de abril.

Mais elevados foram os reajustes aprovados pela Aneel para a Cooperativa de Eletrificação Rural e Desenvolvimento Rural Centro Sul de Sergipe (Cercos). Para as residências, o reajuste autorizado foi de 35,33%. Para as indústrias, a Cercos poderá aplicar alta de 35,28%. As novas tarifas da Cercos passam a vigorar em 29 de abril.

A Aneel explica que ao calcular os índices de reajuste, entram na conta a variação de custos que a empresa teve no decorrer do período de referência, em fórmula sobre a qual incide, entre outros fatores, a inflação medida pelo Índice Geral de Preço do Mercado (IGP-M) e outros custos, como a energia comprada de geradoras, encargos de transmissão e encargos setoriais.

Os índices homologados pela Agência são os limites máximos a serem praticados pelas cooperativas. Os reajustes dessas distribuidoras pequenas seguem a sequência de aumentos de dois dígitos nas contas de luz que a Aneel tem concedido às grandes empresas do setor.

Tudo o que sabemos sobre:
Aneelreajustecooperativas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.