"be water"

Coluna Leandro Miranda: como se moldar à nova economia após a covid-19?

Aneel aprovará projeto básico da hidrelétrica de Jirau

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) enviou ontem à Energia Sustentável do Brasil - empresa responsável pela hidrelétrica de Jirau, no Rio Madeira (RO) - ofício no qual informa que vai aprovar o projeto básico da usina. Isso significa que, do ponto de vista da Aneel, a construção de Jirau está liberada. O ofício chegou às mãos dos empreendedores um dia antes da visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao canteiro de obras. Lula e comitiva estarão em Jirau logo mais, às 11 horas (horário de Brasília).A Aneel, porém, avisa no documento que só vai publicar despacho oficializando a aprovação do projeto depois que o Ibama liberar a licença de instalação definitiva da usina e a Agência Nacional de Águas (ANA) fornecer a outorga do uso das águas do Rio Madeira.A Energia Sustentável do Brasil, empresa formada a partir do consórcio liderado pela Suez, está desde novembro do ano passado trabalhando com uma licença ambiental parcial, que autoriza apenas a instalação do canteiro de obras e das chamadas "ensecadeiras"- diques feitos com rocha que barram parte do leito do rio, que fica seco para que se possa erguer a barragem."É como o Mike Tyson andando em uma loja de cristais, tem sempre de tomar cuidado para não esbarrar no lugar errado", comparou o presidente do consórcio, Victor Paranhos. O executivo disse que o Ibama se comprometeu, perante o governo, a liberar a licença definitiva para as obras de Jirau até o dia 15 de abril. Já o documento da ANA deve ser liberado ainda nesta semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.