Aneel autoriza reajustes de tarifas de energia no RS, RN e BA

Contas vão aumentar no RS e cair na BA e RN; novos valores entram em vigor até a próxima terça-feira

GERUSA MARQUES, Agencia Estado

17 de abril de 2008 | 14h12

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou nesta quinta-feira, 17, um aumento médio de 2,98% nas tarifas de energia da Rio Grande Energia (RGE). O aumento, que entrará em vigor no sábado, reflete os cálculos feitos pela agência no processo de revisão tarifária das distribuidoras, que ocorre em média a cada quatro anos. A RGE atende 1,16 milhão de unidades consumidoras, em 262 municípios do Rio Grande do Sul. Em reunião da diretoria da Aneel, foi aprovada também redução média de 6,16% nas tarifas da Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern). A redução, que entrará em vigor na terça-feira, vai beneficiar 950 mil unidades consumidoras, em 167 municípios do Rio Grande do Norte, atendidos pela distribuidora. Para os clientes de baixa tensão - residências e comércio - o porcentual de redução será de 2,14%. Para a indústria, que recebe energia em alta tensão, a redução vai variar de 0,14% a 16,57%. Para as tarifas da Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba), a Aneel aprovou redução média de 12,29%. A redução para as residências e para o comércio será de 13,89% e, para a indústria, varia de 3,43% a 12,04%. O reajuste entrará em vigor na terça-feira e vai beneficiar 4,3 milhões de unidades consumidoras em 415 municípios.

Tudo o que sabemos sobre:
AneelEnergia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.