Daniel Teixeira
Daniel Teixeira

Aneel cria força-tarefa para fiscalizar 130 barragens de hidrelétricas até maio

Agência é responsável pela fiscalização de um total de 616 barragens no Brasil, em 437 usinas, sendo que entre 2016 e 2018 houve vistorias presenciais em 122 empreendimentos

Redação, Reuters

30 Janeiro 2019 | 16h16

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que iniciou a criação de uma força-tarefa para fiscalizar presencialmente barragens de cerca de 130 hidrelétricas até maio, em movimento disparado após o rompimento de uma barragem de mineração da Vale na cidade de Brumadinho (MG), na semana passada. O desastre deixou dezenas de mortos e centenas de desaparecidos.

A agência é responsável pela fiscalização de um total de 616 barragens no Brasil, em 437 usinas, sendo que entre 2016 e 2018 houve vistorias presenciais em 122 empreendimentos, segundo comunicado da autarquia disparado na última terça-feira, 29.

A Aneel acrescentou que exigirá em 2019 uma atualização dos planos de segurança de barragens de todas usinas que estão sob sua fiscalização, independente do nível de risco, em medida que atende deliberação do Conselho Ministerial de Supervisão de Respostas a Desastres na véspera.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.