Aneel dobra segurança para leilão da usina de Jirau

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) está duplicando o contingente de agentes de segurança que atuará na sua sede durante a realização do leilão da usina hidrelétrica de Jirau, na próxima segunda-feira, para prevenir tumultos.Segundo funcionários da agência, 30 seguranças particulares trabalharão na Aneel, o dobro dos que atuaram no leilão da usina de Santo Antonio, em dezembro, quando manifestantes invadiram o salão de entrada do prédio para tentar suspender a licitação. Além de mobilizar os 30 seguranças, a Aneel pediu a presença de soldados da Polícia Militar (PM) do Distrito Federal no prédio.Por ocasião do leilão da usina Santo Antonio, os manifestantes que ocuparam a entrada da Aneel eram vinculados ao Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e a outros movimentos sociais.A montagem da infra-estrutura para a realização do leilão da usina de Jirau custará R$ 1 milhão. Esse total será rateado entre os participantes da disputa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.