Aneel exige que usinas instalem medidores de consumo

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) quer que as principais usinas termelétricas da região Norte instalem até o fim deste ano medidores de consumo de combustível e da energia gerada.A proposta de regulamentação da matéria foi publicada na última quarta-feira pela Aneel, que receberá sugestões até o dia 17 de junho. O objetivo da medida é aumentar o controle e reduzir os custos da geração térmica na região, que é subsidiada por todos os consumidores de energia do País.Subsídio do GovernoEmbora o Norte represente 45% do território nacional, consome apenas 2% da energia do País, segundo a Aneel. A maior parte da região está desligada da grande malha formada pelo Sistema Interligado Nacional, que garante a permuta de energia hidrelétrica entre as demais regiões do Brasil. Como a energia térmica é mais cara que a hidrelétrica, o óleo combustível das usinas é subsidiado pela Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), para não sobrecarregar a população local. O subsídio continuará até 2022. O governo está preocupado com o crescimento contínuo dessa despesa, principalmente após o aumento dos preços internacionais do petróleo, verificado desde o ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.