Aneel multará distribuidoras com excesso de queixas

A partir de 2015, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vai aplicar multas às distribuidoras que ultrapassarem limites para a quantidade de reclamações feitas por consumidores. O objetivo, de acordo com o diretor do órgão regulador Edvaldo Santana, é impedir um aumento no nível histórico de queixas dos clientes.

ANNE WARTH, Agencia Estado

20 de agosto de 2013 | 19h17

O órgão regulador estabeleceu como parâmetro a ser seguido pelas concessionárias a quantidade de reclamações por mil consumidores - Frequência Equivalente de Reclamação (FER). No prazo de cinco anos contados a partir de 2015, as distribuidoras terão que apresentar um desempenho igual ao atualmente praticado por 50% das empresas de seu grupo econômico, considerando o histórico de reclamações médias dos anos de 2010 a 2012. As empresas que tiverem um histórico inferior ao do grupo deverão manter o nível de reclamações.

Os indicadores serão avaliados anualmente. O valor das multas será definido por resolução específica a ser publicada pela Aneel.

Tudo o que sabemos sobre:
Aneelmultasdistribuidoras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.