Aneel pode parar por falta de diretoria

O diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Jerson Kelman, disse que, se não forem indicados dois novos diretores para o quadro da reguladora até dezembro, "o setor elétrico pára". Isso deve acontecer porque a Aneel já está hoje apenas com três diretores e dois deles terminam seus mandatos em dezembro. O regulamento da Agência exige pelo menos três membros na Diretoria para dar segmento a qualquer projeto. "Não há nomes sendo discutidos no momento, até onde eu sei, mas isso não é uma questão para a Aneel resolver, mas sim para o Ministério de Minas e Energia", disse Kelman em entrevista, após participar de seminário sobre o setor elétrico promovido pela Eletrobrás. Questionado sobre a possibilidade de existência de um plano B diante das dificuldades de dar andamento a qualquer processo no legislativo devido à crise política, Kelman sentenciou: "não tem outra saída, não tem nenhum outro jeito e não tem como eu trabalhar sozinho".

Agencia Estado,

29 Setembro 2005 | 20h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.