Aneel propõe redução de 4,65% para tarifa da Energisa

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), após encerrar período de audiência pública, vai propor uma redução média de 4,65% para as tarifas da distribuidora de energia elétrica Energisa Minas Gerais (antiga Companhia Força e Luz Cataguazes Leopoldina). O índice reflete o aumento de produtividade apresentado pela companhia e a redução do custo médio de capital, que define a remuneração da concessionária. O porcentual definitivo de correção das tarifas valerá a partir de 18 de junho.Na divulgação do índice final (hoje foi divulgada apenas a proposta preliminar), a Aneel irá informar os porcentuais de revisão diferenciados por classe de consumo. A distribuidora atende a 341,7 mil unidades consumidoras em 66 municípios de Minas Gerais e dois no Estado do Rio de Janeiro.A revisão tarifária está prevista nos contratos de concessão para obter o equilíbrio das tarifas com base na remuneração dos investimentos das empresas voltados para a prestação dos serviços de distribuição e a cobertura de despesas efetivamente reconhecidas pela Aneel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.