Aneel quer que distribuidoras expliquem apagão

Seis distribuidoras de energia de São Paulo e do Rio de Janeiro terão de explicar à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) as causas das interrupções de energia que atingiram no fim de semana algumas regiões das capitais.A Aneel encaminhou, nesta segunda-feira, ofício às distribuidoras Eletropaulo, Elektro, Bandeirante e CPFL, de São Paulo, e Cerj e Light, do Rio de Janeiro. Elas terão 24 horas para enviar à agência relatórios preliminares sobre a abrangência dos blecautes, como o número de consumidores atingidos e o tempo que esses consumidores ficaram sem fornecimento de energia.A Aneel informou que a Central de Teleatendimento da agência registrou no sábado 100 mil ligações de consumidores, o que equivale à média de chamadas registradas no período de um mês.Segundo nota divulgada pela Aneel, informações preliminares fornecidas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) indicam que as fortes chuvas que atingiram os dois Estados foram responsáveis por desligamentos de linhas de transmissão, perda de geração em uma usina termelétrica e interrupção do fornecimento na rede de distribuição.Em Santa Catarina, segundo a Aneel, as chuvas também provocaram queda de 140 MW por cinco minutos na área da Celesc.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.