Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Anef: financiamento de veículos somou R$ 110 bi em 2007

A Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef) informou hoje que o saldo das carteiras de financiamento e arrendamento de veículos para pessoas físicas (Crédito Direto ao Consumidor - CDC - e Leasing), cresceu 43,5% em 2007, atingindo o valor de R$ 110,7 bilhões. Em nota o presidente da entidade, Luiz Montenegro, detalhou que do saldo total das carteiras no ano passado, R$ 81,6 bilhões correspondem ao CDC e R$ 29,1 bilhões ao leasing - um incremento de 28,6% e 109,3%, respectivamente.A associação ressalta que o excelente desempenho do setor automotivo em 2007 se deveu, em boa parte, ao importante incremento dos recursos financeiros ofertados pelo Sistema Financeiro Nacional. "Isso foi possível também em função de outros fatores, como estabilidade e crescimento da economia, queda da taxas de juros, alongamento dos planos de financiamento, elevação da taxa de emprego e renda familiar", destaca Montenegro.Segundo a Anef, as taxas de juros apresentaram queda no período de janeiro a dezembro do ano passado. A taxa de juros média praticada pelos bancos das montadoras ficou em 1,49% ao mês, ou 19,42% ao ano. Em 2006, a taxa média de juros fechou em 1,67% ao mês, ou 21,99% no ano. InadimplênciaA entidade aponta ainda que 2007 registrou uma queda na inadimplência acima de 90 dias. O índice registrado em 2007 foi de 3,01% sobre a carteira, apontando uma retração em comparação ao mesmo período de 2006, quando atingiu 3,27%. "Neste quesito, vale destacar que os valores em atraso entre dezembro de 2006 e dezembro de 2007 registraram elevação de 18,3%, enquanto a carteira de financiamento cresceu 28,6% no mesmo período", avalia o presidente da associação.PrazosSobre os planos de financiamento disponibilizados ao consumidor, o prazo máximo de financiamento no ano passado foi de 84 meses (sete anos), enquanto no ano de 2006 o pico chegou a 72 meses (seis anos). Do total dos veículos comercializados em 2007, 72% foram vendidos a prazo, sendo: 38% financiados por CDC, 30% por meio de leasing, 4% por meio de consórcio e 28% à vista.

AE, Agencia Estado

20 de fevereiro de 2008 | 16h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.