Anef: juro médio de montadoras sobe

O presidente da Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef), Flávio Croppo, disse agora há pouco que o juro médio dos bancos das montadoras subiu de 2,44% na sexta-feira para 2,60%. Isso reflete as medidas governamentais de aumento de 0% para 10% no depósito compulsório sobre operações a prazo. Como exemplo, ele informou que para o financiamento de um carro no valor de R$ 10 mil (80% das vendas) para pagamento no prazo de 36 meses, a prestação subiu nos últimos dias de R$ 420,00 para R$ 431,00 por mês. Croppo disse também que alguns bancos de montadoras estão realizando promoções com juros entre 0,99% e 1,5%. Ele estima que os juros se manterão estáveis em 2,60% ao mês até o fim do ano, e observou que o Banco Central tem adotado uma série de medidas nos últimos dias para controlar o câmbio sem aumentar os juros. Ainda assim, estima que os bancos associados à Anef deverão destinar R$ 8,1 bilhões este ano para os financiamentos de veículos contra uma estimativa no início do ano de R$ 8,5 bilhões.Para as pessoas que querem comprar um carro, a recomendação dos analistas é que se evite o pagamento a prazo, principalmente os financiamentos de período mais longo. O ideal, segundo eles, é economizar os recursos e pagar à vista. Desta forma, o consumidor pode conseguir descontos, além de fugir das altas taxas de juros.

Agencia Estado,

27 de setembro de 2001 | 17h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.