Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Anefac avalia que decisão do Banco Central foi infeliz

O Banco Central "mais uma vez tomou uma decisão infeliz, equivocada e questionável" ao manter hoje a taxa básica de juros (Selic) inalterada, em 26,5% ao ano, frustando o setor produtivo, o comércio e os consumidores. A afirmação foi feita há pouco pelo vice-presidente da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), Miguel José Ribeiro de Oliveira. Segundo ele, mesmo após os sinais de queda da atividade econômica que deveriam ser considerados "suficientes" para que fosse promovido um recuo na Selic, o Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu ser extremamente "conservador".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.