Anglo American anuncia 19 mil demissões

A queda dos preços das commodities com a crise mundial faz mais uma vítima. Ontem, a mineradora Anglo American anunciou a demissão de 19 mil funcionários, diante de uma queda de 29% em seus lucros em 2008. A demanda menor no setor de construção e a redução na venda de carros são alguns dos principais fatores que estão levando as mineradoras a entrar em crise. Diante do cenário, o grupo decidiu demitir 10 mil trabalhadores da Anglo Platinum, a maior empresa de platina do mundo. Outros 9 mil trabalhadores do grupo também serão demitidos em outras áreas. Com isso, a empresa reduz em 10% o número de empregados e espera economizar US$ 2 bilhões até 2011. Para a presidente da empresa, Cynthia Carroll, o cenário em 2009 continuará ruim. "Decidimos posicionar o grupo para enfrentar a crise, incluindo a redução de planos de crescimento de produção", disse.A revisão dos planos de investimentos foi recebida com pessimismo no mercado. O resultado do anúncio foi uma queda de mais de 14% nas ações da gigante do setor de mineração. A receita da Anglo American caiu 7,6% em 2008, ficando em a US$ 32 bilhões. MINAS-RIOA Anglo American também anunciou ontem, no Brasil, o adiamento, entre 12 meses e 15 meses, da conclusão da primeira fase do projeto de minério de ferro Minas-Rio. O grupo alegou que teve atrasos na obtenção de licenças ambientais e permissões e nas negociações com proprietários de terras. A companhia agora espera que a primeira produção de minério de ferro ocorra no segundo trimestre de 2012.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.