Animec: adesão à oferta de PT é voluntária

O presidente da Associação Nacional dos Investidores do Mercado de Capitais (Animec), Waldir Correa, afirmou que é difícil adotar uma postura contra a oferta da Portugal Telecom (PT) pelo fato de a operação ser voluntária. "O investidor pode aceitar ou não", afirmou. "Pode não ser ético, mas é legal." Segundo ele, a oferta irá tirar a negociabilidade dos papéis da Telesp Celular. Quem aderir, receberá em troca por Brazilian Depositary Receipts (BDR) da Portugal Telecom. Correa disse que a Animec ainda não tem uma recomendação a fazer para os minoritários. "Estamos analisando a operação."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.