R$ 1,57 bi

E-Investidor: Tesouro Direto atrai mais jovens e bate recorde de captação

Ano será o pior ano para comércio mundial desde 1945, diz OMC

Para organização, volume de exportações e importações no planeta será reduzido em 9% este ano devido à crise

Jamil Chade, Correspondente de O Estado de S. Paulo

23 de março de 2009 | 14h52

O comércio mundial terá seu pior ano desde a Segunda Guerra Mundial. A previsão é da Organização Mundial do Comércio (OMC) que, em um relatório, aponta que o volume de exportações e importações no planeta será reduzido em 9% em 2009.

 

Veja também:

EUA lançam plano para comprar US$ 500 bi em ativos tóxicos

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise   

Nos países ricos, a queda de exportações será de 10%. Já a queda nos países emergentes ficará entre 2% e 3%. Mas o impacto promete ser mais duro para essas economias. Muitos, como Coréia do Sul, China, Brasil ou México, contam com as exportações como parte do incentivo a suas indústrias nacionais.

O Banco Mundial, no início do ano, havia alertando que a queda poderia ser a pior desde 1982. Mas o Escritório de Análise Econômica da Holanda já previu há uma semana que a redução seria de 12%.

Para a entidade que serve de ponto focal do comércio mundial, a queda de 9% é resultado da redução da demanda mundial.

O relatório estava sendo mantido sob embargo até quarta-feira. Mas jornais e agências de notícias da Europa já publicaram hoje mesmo a nova estimativa.

Tudo o que sabemos sobre:
crisecomércio mundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.