ANP crê em queda de 20% no preço da gasolina

O diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Sebastião do Rego Barros, acredita que o preço da gasolina poderá cair 20%, em relação a dezembro, até o final de fevereiro. A pesquisa diária de preços divulgada hoje pela agência revelou que a queda média no País (em oito capitais pesquisadas) chegou ontem a 12,94%. "A queda continua, é uma tendência que prossegue", disse Barros, lembrando que, há uma semana, a queda média chegava a 10,2%.Ele argumentou também que ainda haverá fatores adicionais para a redução do preço do produto, como queda do valor de referência do ICMS sobre a gasolina e a atuação do governo no combate à formação de cartéis. Segundo a pesquisa realizada ontem e divulgada hoje pela ANP, a maior queda de preço ocorreu em Recife (-16,73%) e a menor em Porto Alegre (-9,43%). Em São Paulo, a queda atingiu ontem 11,10%, com preço médio de R$ 1,513. A ANP investiu R$ 1,4 milhão na realização de um comercial que começou a ser veiculado domingo nos meios de comunicação e prossegue até a próxima sexta-feira, mostrando como a competição entre os postos favorece a redução de preços. O objetivo é estimular os consumidores a forçarem a queda nos preços da gasolina pesquisando as cotações e acirrando a concorrência entre os revendedores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.